Subscribe for notification
Categorias: Internacional

Zidane, este episódio que Barthez “não digeriu”

Fabien Barthez voltou ao cabeceamento de Zinedine Zidane na final da Copa do Mundo de 2006 e lamenta não ter conseguido vencer a partida para “tirá-lo do buraco”.

Por ocasião do aniversário de 50 anos de Zinedine Zidane, o L’Equipe Enquête dedicou um episódio ao ex-número 10 dos Blues, à sua juventude, à sua personalidade e ao seu caráter. Durante uma passagem pelo famoso capricho de “Zizou” na final da Copa do Mundo de 2006, Fabien Barthez deu essa confiança surpreendente.

“Nós o culpamos? Eu? Não. Pelo contrário, eu me culpo. Por não tê-lo tirado do buraco”explica o goleiro dos campeões mundiais de 1998. Barthez esclarece seu pensamento. “Cabia a nós tirá-lo do buraco. Uma vez que ele pegou esse vermelho, cabia a nós vencer (ele não termina a frase)… É aí que eu me culpo. É algo que eu não digeri, 15 anos depois. Mais do que ganhar um segundo título pessoal, era ganhá-lo com ele. »

Relançado pelo jornalista, que escorrega para ele que poderia ser “humano” ficar um pouco bravo com Zidane, Barthez responde olho por olho: “Se você é um grande idiota, é humano. »

“Isso não muda sua lenda”

Domingo passado, em Téléfoot, Bixente Lizarazu também fez uma confiança bastante forte sobre este episódio. ‘Liza’, um dos melhores amigos de Zidane em campo, gostaria de ainda estar com os Blues em 2006, porque ele poderia ter evitado que ‘ZZ’ escorregasse. ” Ele estava em um estado emocional extremo, porque era sua última partida, porque era sua última competição, porque depois disso ele ia parar de jogar futebol,

explica Lizarazu. Seríamos capazes de senti-lo, de desarmá-lo. Isso não muda sua lenda, mas eu gostaria de estar lá para ajudá-lo. »

Compartilhar
Por
Redação

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.