Subscribe for notification
Categorias: Internacional

Tuchel, a derrota para PSG

Thomas Tuchel venceu a Champions League com o Chelsea com a ajuda involuntária de Nasser Al Khelaifi, o presidente do PSG.

É uma cena que os torcedores do Paris Saint-Germain gostariam de ver em agosto passado: Thomas Tuchel, embriagado de felicidade após a final da Liga dos Campeões. Não passou despercebido a todos, o treinador alemão levou o Chelsea ao topo da Europa, poucos meses depois de ser despedido pelo Paris Saint-Germain.

Para a final contra o Manchester City (1-0), Tuchel pode ter se beneficiado de um impulso involuntário de Nasser Al-Khelaifi, o presidente do Paris Saint-Germain, que lhe ofereceu sapatos da sorte. “Tinha prometido à minha equipa que os usaria na final (para o PSG-Bayern), explicou Tuchel. Eu tinha esquecido e tínhamos perdido. Desta vez eu os usei e funcionou. “

Simples. E a gente entende melhor as cenas de alegria no vestiário do Blues, com Tuchel que se junta ao scrum formado por seus jogadores, tira os sapatos, e os faz vestir em triunfo …

Leia também:Tuchel entra para a históriaChelsea faz Guardiola chorar

Compartilhar
Por
Redação

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.