Foi quase uma conclusão precipitada. Ainda sofrendo com as dores após a forte queda da 3ª etapa, Primoz Roglic não irá além da 8ª etapa deste Tour de France.

A equipa Jumbo-Visma anunciou este domingo algumas horas antes da etapa do dia, entre Cluses e Tignes, que o seu líder não partiria. Um ano depois de terminar em segundo em um Grande Boucle de 2020 que estava a caminho de ganhar, ele que ainda não havia inscrito seu nome na lista de prêmios, antes de ter seu cabelo cortado ao poste por seu jovem compatriota Tadej Pogacar no último tempo julgamento, agendado para um dia antes da chegada na Champs Elysées, o esloveno, portanto, joga a toalha antes do final da primeira semana e quando os pilotos acabam de pôr os pés nos Alpes.
Um grande golpe para Roglic, que Fez parte, como já acontecia na última edição dos grandes favoritos para a vitória final, quanto à sua formação, que aí se vê amputada do seu melhor piloto e a única capaz de privar Pogacar da dupla.

Jumbo-Visma (PBS)
11. Primoz Roglic (SLO), non-runner 9º estágio
12. Wout Van Aert (BEL)
Robert Gesink (PBS), 3ª etapa de abandono
14. Steven Kruijswijk (PBS)
15. Sepp Kuss (EUA)
16. Tony Martin (TODOS)
17. Mike Teunissen (PBS)
18. Jonas Vingegaard (AND)