Subscribe for notification
Categorias: Internacional

O feito único do Blues

A seleção francesa desenvolveu hábitos muito bons desde que Didier Deschamps assumiu o cargo.

Ainda teremos que esperar antes de ver os Blues novamente vencerem sua terceira partida na fase de grupos de um grande torneio. Forçada a um empate com Portugal (2-2), a seleção francesa não vence um encontro como este desde… 2006 e sua vitória sobre o Togo.

Leia também: Mbappé está queimado?

Desta vez, se os homens de Didier Deschamps estivessem certos de sua qualificação para as oitavas de final, eles ainda teriam que validar o primeiro lugar. E só uma vitória garantiu a manutenção da pole. Mas bem ajudada pela Mannschaft, obrigada a empatar (2-2) pela Hungria, a França conseguiu ficar satisfeita com este empate frente a Cristiano Ronaldo e outros. E continue sua bela série.

Desde a Copa do Mundo de 2014, a primeira competição de Didier Deschamps com o uniforme de treinador, os Blues terminaram sistematicamente na liderança do grupo nesta fase de grupos. A França é a única nação capaz de tirar vantagem dessa sequência. Apenas outras três seleções também podem se orgulhar de ter ultrapassado a armadilha desta fase de grupos do Euro como na Copa do Mundo: Bélgica, Holanda e Suíça.

Essa consistência rendeu a Didier Deschamps um recorde impressionante. Em quatro grandes torneios, o recorde do ex-treinador francês é de 15 vitórias, 5 empates e 2 derrotas. Outra observação, Didier Deschamps está envolvido em seis das nove primeiras vagas da seleção francesa em sua história: em 1996 e 1998 como jogador e, portanto, em 2014, 2016, 2018 e 2020 como seleto. As outras três vezes que os Blues terminaram no topo de seu grupo foram 1958, 1984 e 2004.

Leia também:A mesa da morte para o BluesRonaldo, Mbappé responde a BenzemaBenzema revela sua troca com Ronaldo

Compartilhar
Por
Redação

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.