publicidade
Subscribe for notification

Mouratoglou fala sobre o futuro de Serena Williams

Enquanto Serena Williams foi forçada a se aposentar na primeira rodada de Wimbledon após uma queda, Patrick Mouratoglou, seu técnico francês, falou sobre o futuro do americano, que logo terá 40 anos, que ele vê bem novamente vencendo o ‘Aberto dos Estados Unidos.

Por sua própria admissão, ela estava “com o coração partido”. Oposto a Aliaksandra Sasnovich na terça-feira na primeira rodada de Wimbledon, Serena Williams, que sofreu uma queda na primeira corrida e acertou na perna direita, foi forçada a se retirar na primeira corrida, enquanto o placar foi 3-3. E se, após a eliminação no Aberto da Austrália, a americana confidenciou, com grande emoção, sem saber se voltaria a jogar em Melbourne, não se pronunciou sobre o assunto desta vez. Mas veremos o recordista de coroações do Grand-Slam (23) em relva inglesa novamente? Para seu treinador Patrick Mouratoglou, entrevistado pelo Tennis Majors, ela não teria, de qualquer forma, evitado perguntas sobre o assunto pulando a entrevista coletiva.

Este foi seu último Wimbledon?

“Acho que não, mas não posso responder por ele. Eu não fiz a pergunta a ele. Também não sei o que ela sabe sobre se este foi seu último Wimbledon. Muitos critérios entrarão em jogo. Ela sabe que está infinitamente mais perto do final de sua carreira do que do início. Que ela poderia antecipar uma emoção forte se fosse confrontada, em uma discussão, com a ideia de que ela poderia não retornar a Wimbledon, é algo que eu poderia entender, ele confidenciou.

“Tantas chances de ganhar o Aberto dos Estados Unidos”

Se ainda não sabe por quanto tempo Serena está indisponível, o francês derrota a ideia de que o torneio de Londres foi, sem dúvida, uma de suas últimas chances de vencer seus 24e Major: “Ela ganhou o Aberto da Austrália no duro tantas vezes quanto Wimbledon na grama. Posso ouvir os números dizerem que Roland Garros é o torneio mais difícil para ela, e é um torneio fisicamente mais difícil para um jogador de quase 40 anos. Mas se não… A grama destaca suas qualidades, sim, mas também é difícil passar na grama, não falamos muito. Para mim, ela tem tantas chances de vencer o Aberto dos Estados Unidos quanto de Wimbledon. “Mouratoglou” também “espera” ter a oportunidade de jogar um torneio de preparação antes de enfrentar o Grand Slam de Nova York.

publicidade
Compartilhar
Por
Redação
publicidade

Publicações recentes

Transmissão de São Paulo e Palmeiras ao vivo pela Copinha

PUBLICIDADE A transmissão na TV será via SporTV, na TV fechada e Rede Vida, na…

43 minutos atrás

Monfils mantém a chama!

Completamente recuperado, Gaël Monfils se classificou para as quartas de final do Aberto da Austrália…

1 hora atrás

NA TRAVE! Talles quase empata o jogo nos acréscimos para o São Paulo contra o Palmeiras

PUBLICIDADE Na grama! Cruzamento na área do Palmeiras, a bola é ajeitada para Talles, que…

4 horas atrás

Os sóis permanecem imperturbáveis

Enquanto os Suns assinaram a sexta vitória consecutiva contra os Pacers, os Bucks são agora…

4 horas atrás

INACREDITÁVEL! Torcedor do São Paulo parte pra cima de jogadores do Palmeiras com uma faca

PUBLICIDADE Invasão de campo. Torcedores do São Paulo invadem o gramado para discutir com jogadores…

7 horas atrás
publicidade

Qatar 2022: Um presente envenenado para os Blues?

Semeada no sorteio da Copa do Mundo de 2022, em 1º de abril, a seleção…

7 horas atrás

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.