Subscribe for notification
Categorias: Internacional

Govekar devance Retailleau

Mais confortável na subida final, Matevz Govekar levou a melhor sobre Valentin Retailleau e Omer Goldstein para vencer a 4ª etapa do Tour de Burgos. Pavel Sivakov mantém a camisa de líder na véspera da última etapa.

A juventude está apresentando este ano no Tour de Burgos. No dia seguinte à primeira vitória de Bastien Tronchon, foi Matevz Govekar quem abriu sua lista de prêmios durante a 4ª etapa do evento espanhol. O esloveno da equipe Bahrain Victorious privou assim outro membro da equipe AG2R-Citroën, Valentin Retailleau, de honras. Disputado em um percurso de 169 quilômetros sem dificuldade entre Torresandino e Clunia, esta 4ª e penúltima etapa do Tour de Burgos viu muito rapidamente um rico grupo de catorze ciclistas deixar o pelotão

. O inevitável Xabier Azparren conseguiu ocupar o seu lugar nesta fuga, assim como pilotos como Fernando Gaviria, David de la Cruz ou Dario Cataldo quando o único francês na frente era Valentin Retailleau. Liderados pelas equipes de Burgos-BH e Kern Pharma, que não conseguiram colocar um vice-campeonato como a formação EF Education-Easypost, o pelotão há muito tempo mantém uma margem de cerca de três minutos nesta separação. Um grupo cuja união durou muito tempo, mas, diante de uma potencial vitória de etapa, o acordo rachou no início dos últimos 40 quilômetros.

Govekar foi paciente

Sete pilotos conseguiram isolar-se na liderança da corrida, incluindo Pieter Serry, Lluis Mas e Valentin Retailleau. Em segundo lugar, Patrick Gamper soube dar o “salto” para voltar a este grupo. Visivelmente desinteressado pela vitória da etapa, o pelotão não levantou a voz e se aproximou do atraso de quatro minutos a 20 quilômetros do final, mesmo que a equipe Ineos Grenadiers levantasse a voz para proteger a camisa do líder de Pavel Sivakov. Aproximando-se da final, marcada por uma subida com inclinação máxima de 7%, Patrick Gamper tentou antecipar-se antes de ser contrariado por Xabier Azparren. O espanhol voltou a tentar a sorte na chama vermelha, sem mais sucesso. Enquanto Pieter Serry lançou o sprint de muito longe, Valentin Retailleau por um tempo acreditou na vitória da etapa. Mas, fazendo seu esforço um pouco mais tarde, Matevz Govekar é quem riu por último.

Chegado ao pelotão três minutos depois, Pavel Sivakov retém facilmente a camisola de líder do Tour de Burgos antes da explicação final este sábado nas encostas das Lagunas de Neila.

CICLISMO – PROSÉRIE UCI / TOUR POR BURGOS
4ª etapa – Torresandino-Clunia (169km) – sexta-feira, 5 de agosto de 2022
1- Matevz Govekar (SLO/Bahrain Vitorioso) um 3h36’18”
2- Valentin Retailleau (FRA/AG2R-Citroën) mt
3- Omer Goldstein (ISR/Israel-Premier Tech) mt
4- Pieter Serry (BEL/Quick-Step Alpha Vinil) mt
5- Patrick Gamper (AUT/Bora-Hansgrohe) mt
6- Xabier Azpar (ESP/Euskaltel-Euskadi) mt
7-

Lluis Mas (ESP/Movistar) aos 12”
8- Fernando Barcelo (ESP/Caja Rural-Seguros RGA) aos 57”
9- Lennard Hofstede (PBS/Jumbo-Visma) aos 1’10”
10– David Martin (ESP/Eolo-Kometa) aos 1’16”

Classificação geral após 4 etapas (de 5)
1- Pavel Sivakov (FRA/Ineos Grenadiers) às 14h53’57”
2- Santiago Buitrago (COL/Bahrain Vitorioso) aos 23”
3- Ruben Guerreiro (POR/EF Education-Easypost) à 26’’
4- Tao Geoghegan Hart (GBR / Ineos Grenadiers) em 26”
5- Jai Hindley (AUS/Bora-Hansgrohe) aos 26”
6- Stephen Chaves (COL//EF Education-Easypost) em
7- Vincenzo Nibali (ITA/Astana Qazaqstan) aos 28”
8- Wilco Kelderman (PBS/Bora-Hansgrohe) aos 28”
9- Laurens De Plus (BEL / Ineos Grenadiers) em 28”
10- Ilan Van Wilder (BEL/Quick-Step Alpha Vinyl) em 28”

Compartilhar
Por
Redação

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.