Subscribe for notification
Categorias: Internacional

Escândalo racista na La Liga

Novo caso de racismo no futebol: o zagueiro equatoguinense do Cádiz Carlos Akapo foi alvo do gesto inequívoco de um espectador na segunda-feira.

Enquanto o futebol francês teve que lidar com vários casos de racismo nas últimas semanas, seja durante Ajaccio-Rodez ou Nîmes-Dunkirk na Ligue 2 ou mais recentemente durante Reims-Brest na Ligue 1, a Espanha não é poupada. Evidenciado pela cena que ocorreu durante a partida de encerramento da 26e

dia entre Cádis e Grenade.

Esgotado em um 0-0 maçante, o duelo de mal classificados causou uma onda de choque na Espanha. Consequência do gesto racista de um torcedor de Granada para Carlos Akapo, o defensor equatoguineano de Cádiz. O telespectador foi surpreendido pelas câmeras de televisão imitando um macaco ao se dirigir ao jovem de 28 anos, nascido na Espanha.

Assim que a partida terminou, o Granada não deixou de condenar o gesto de seu torcedor. “O FC Granada condena veementemente qualquer ato de racismo e não tolerará qualquer comportamento em seu estádio que reflita uma atitude intolerante ou discriminatória em relação aos jogadores ou torcedores que venham ao nosso estádio. O clube abriu uma investigação e tomará as medidas cabíveis para sancionar com firmeza esses comportamentos que não representam os valores do FC Granada ou de seus torcedores.

disse o clube quando a Liga Espanhola anunciou sua intenção de processar o torcedor.

Leia também:O retorno do grande Dembélé!Classificação da LigaA classificação dos artilheiros

Compartilhar
Por
Redação

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.