Subscribe for notification
Categorias: Internacional

Camavinga, a grande parada do Stade Rennais

O Stade Rennais não pretende liberar Eduardo Camavinga para as Olimpíadas de Tóquio.

O quebra-cabeça não acabou para Sylvain Ripoll. O treinador dos Espoirs, que divulgou nesta sexta-feira sua lista de 18 jogadores (mais um reservista) selecionados para participar das Olimpíadas de Tóquio, deve enfrentar a recusa de alguns clubes em desistir de seus jogadores para esta competição que não está no âmbito do Fifa.

“Para nós, é impossível”

Entre os sortudos, Eduardo camavinga viu seu presidente no Stade Rennais, Nicolas Holveck, se opor à sua partida para o Japão. “Temos que disputar os play-offs da Conferência Europa Conference nos dias 19 e 26 de agosto, é fundamental que passemos à fase de grupos. Não somos a favor (a libertação da Camavinga), precisamos de todos os nossos bens. Para nós é impossível ”

, alertou o chefe bretão para O time.

A mesma história para Lyon, Monaco e Nice, que vetou as seleções de Maxence Caqueret, Benoît Badiashile e Amine Gouiri. Assim como Chelsea com Malang Sarr. Basta dizer que nada está definido ainda …

Leia também: Gignac, Thauvin, a lista dos 18 Blues selecionados para as Olimpíadas

Compartilhar
Por
Redação

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.