Subscribe for notification
Categorias: Internacional

Atletismo: Um ano para (já) esquecer para Lemaitre

Esta quarta-feira, com a AFP, Christophe Lemaitre anunciou a separação do seu treinador, mas também o fim da temporada.

As galés continuam para Christophe Lemaitre. Nesta quarta-feira, com oAFP, o velocista francês, agora com 32 anos, fez alguns anúncios importantes. O atleta já decidiu encerrar sua temporada de 2022: “ Estou fazendo uma temporada branca. Minha condição física não me permite jogar em competições, as lesões se repetem, não estou em boas condições. Prefiro “voltar a ficar de pé” este verão para enfrentar a preparação para o próximo ano em melhores condições.

»

Durante esta primavera, Lemaitre estava em grande dificuldade. Um período já muito complicado e que se seguiu a um inverno igualmente complicado, dentro de casa. Consequentemente, o velocista nem se classificou para o campeonato francês de atletismo, que acontecerá de sexta a domingo, perto de Caen. Desde 11 de junho, Christophe Lemaitre, decididamente não poupado de lesões nos últimos anos, também sofreu uma distensão no adutor direito, contratado em Genebra.

Lemaitre quer continuar até 2024

Apesar de tudo isso, o “Culoz TGV” tem toda a intenção de continuar sua carreira, pelo menos até os Jogos de Verão de 2024 em Paris. É certamente com isso em mente que ele também decidiu se separar de seu treinador de longa data, perto de Aix-les-Bains, Thierry Tribondeau. ” Essa lesão foi o gatilho. Estou numa espiral de más estações. Apesar dos esforços de Thierry, não conseguimos sair dela. Sua visão das coisas pode não corresponder mais às minhas necessidades e problemas atuais

“, confidenciou também Lemaitre.

Vários caminhos estão visivelmente disponíveis para os franceses em relação ao seu futuro local de treinamento, para a próxima temporada, para aqueles que podem muito bem se encontrar fora do Savoy, pela primeira vez desde o início da carreira. Esses últimos anos foram, portanto, muito complicados para Christophe Lemaitre, de quem não se fala muito, em nível internacional, desde sua medalha de bronze conquistada nos Jogos de Verão de 2016 no Rio de Janeiro, no Brasil.

Compartilhar
Por
Redação

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.