publicidade
Subscribe for notification

Vencedor da Taça da Europa dos 10.000m neste sábado, em Birmingham, Morhad Amdouni garantiu a classificação nesta distância para os próximos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Morhad Amdouni não perdeu seu gol. Líder de uma ambiciosa seleção francesa por ocasião da Copa da Europa dos 10.000m organizada neste sábado em Birmingham, o campeão europeu de distância 2018 buscou a vitória, mas, acima de tudo, sua qualificação para as próximas Olimpíadas de Tóquio. Uma corrida que os Habs rapidamente realizaram por conta própria, mas, na iminência das voltas finais, o espanhol Carlos Mayo e o belga Bashir Abdi conseguiram juntar forças com Morhad Amdouni. Tendo mantido sob a sola, o francês conseguiu terminar melhor a corrida ao obter a vitória em 27’23”27, pouco menos de cinco segundos abaixo do mínimo estabelecido para esta distância (27’28 ”). Um momento que constitui o melhor desempenho da carreira de Morhad Amdouni nos 10.000m e permite que ele garanta presença em dois eventos nos próximos Jogos Olímpicos. Na verdade, os Habs já validaram seu ingresso para a maratona das Olimpíadas de Tóquio por mais de um ano, que será disputada em Sapporo.

Saudades de Farah

Enquanto, para melhorar o resultado geral da seleção francesa, Yann Schrub ficou com o quinto lugar, dezesseis segundos atrás de Morhad Amdouni. A surpresa desses 10.000m continua sendo o fraco desempenho de Mo Farah. Intocável na distância, onde conquistou os dois últimos títulos olímpicos, o britânico ficou apenas em oitavo lugar em 27’50”54. Resultado que não permite a Mo Farah validar sua qualificação para o evento das próximas Olimpíadas. Já Florian Carvalho cruzou a meta na 19ª posição, na frente de François Barrer (25ª) e Fabien Palcau (33ª). A prova feminina deu um sorriso à seleção da Grã-Bretanha com a vitória de Eilish McColgan (31’19”35) enquanto as israelenses Selamawit Teferi e Jessica Judd completam o pódio, garantindo sua qualificação para as Olimpíadas de Tóquio. Susan Kipsang-Jeptoo assina o melhor rendimento francês nesta prova com o oitavo lugar ao bater o seu recorde pessoal (32’31”62), ela que já se classificou para a maratona quando Mélody Julien terminou em 19º.

publicidade
Compartilhar
Por
Redação
publicidade

Publicações recentes

Um novo começo à vista na OM?

O Olympique de Marseille pode registrar um início inesperado na reta final da janela de…

3 horas atrás

Prix ​​​​Henri Estable, Dream Along no hipódromo de Cagnes sur Mer

APRESENTAÇÃO DO PRÊMIO HENRI ESTÁVEL Nisso quarta-feira, 26 de janeiro de 2022, a Tiercé Quarter…

6 horas atrás

Endrick aplica lambreta e santistas partem pra cima da joia do Palmeiras

PUBLICIDADE O Endrick tentou uma lambreta, mas sem sucesso. O zagueiro Derick, envolvido no lance,…

9 horas atrás

Imparável Grenoble e Chamonix

Enfrentando Bordeaux (2-1) e Anglet (3-1), respectivamente, Grenoble e Chamonix assinaram a sexta vitória consecutiva…

9 horas atrás

Endrick se emociona após título da Copinha, e comenta decisão de Abel Ferreira

PUBLICIDADE Endrick se emociona ao lembrar de irmão, em entrevista após o jogo. Palmeiras venceu…

15 horas atrás
publicidade

Euro: Espanha se assustou

No dia seguinte à qualificação da Dinamarca para as meias-finais, a Espanha, por sua vez,…

15 horas atrás

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.