publicidade
Subscribe for notification

Especulado na Juventus, Diego Alves poderia retornar à Europa de graça

Especulações da imprensa italiana deixaram o torcedor do Flamengo preocupado sobre Diego Alves essa semana. A informação dava conta de um interesse da Juventus no goleiro. Pois bem, a apuração indica uma notícia boa e outra ruim. A boa é que não houve qualquer contato dos italianos; a ruim é de que o contrato do camisa 1 não tem multa rescisória e o permite deixar o clube gratuitamente quando bem entender.

A situação é similar a que aconteceu com Rafinha, em meado de 2020, mas a cláusula dá ainda mais poderes ao goleiro. No caso do lateral, a liberação sem custos era condicionada a ofertas do futebol europeu. A condição foi uma das exigências de Diego Alves na polêmica renovação de contrato no fim do ano passado.

PUBLICIDADE

Em condições normais, Diego Alves estaria livre para assinar um pré-contrato com outro clube a partir de 1º de julho. Esse detalhe do contrato, porém, o garante a liberdade imediata diante de uma oferta que entenda vantajosa na janela do meio do ano. Tal qual no fim do ano passado, o goleiro recebeu sondagens de clubes europeus e do Oriente Médio recentemente, mas nada que indique uma proposta oficial.

Prestes a completar 36 anos, no próximo dia 24, Diego Alves é um dos três jogadores da chamada “Geração 85” com contrato até o dia 31 de dezembro. Filipe Luís e Diego Ribas são os outros e a tendência é que as conversas por renovação sigam nos moldes do vínculo do goleiro: contrato por um ano e reajuste discreto nos salários.

Depois de sofrer com problemas musculares, Diego Alves voltou ao gol rubro-negro diante do Vélez e desde então o time não sofreu gol. Já são quatro partidas em branco, marca que não acontecia desde 2018. Em 172 partidas desde 2017, foram 149 gols sofridos, uma média de 0,86 por jogo.

A situação do goleiro preocupa principalmente pela dificuldade do Flamengo em encontrar um substituto a altura. Nos últimos meses, Hugo e Gabriel Batista foram os escolhidos e estão longe de serem unanimidade. As estatísticas, inclusive, apontam um aumento considerável no número de gols sofridos quando a equipe não conta com seu goleiro titular.

PUBLICIDADE

publicidade

Publicações recentes

Um novo começo à vista na OM?

O Olympique de Marseille pode registrar um início inesperado na reta final da janela de…

4 horas atrás

Prix ​​​​Henri Estable, Dream Along no hipódromo de Cagnes sur Mer

APRESENTAÇÃO DO PRÊMIO HENRI ESTÁVEL Nisso quarta-feira, 26 de janeiro de 2022, a Tiercé Quarter…

7 horas atrás

Endrick aplica lambreta e santistas partem pra cima da joia do Palmeiras

PUBLICIDADE O Endrick tentou uma lambreta, mas sem sucesso. O zagueiro Derick, envolvido no lance,…

9 horas atrás

Imparável Grenoble e Chamonix

Enfrentando Bordeaux (2-1) e Anglet (3-1), respectivamente, Grenoble e Chamonix assinaram a sexta vitória consecutiva…

10 horas atrás

Endrick se emociona após título da Copinha, e comenta decisão de Abel Ferreira

PUBLICIDADE Endrick se emociona ao lembrar de irmão, em entrevista após o jogo. Palmeiras venceu…

15 horas atrás
publicidade

Euro: Espanha se assustou

No dia seguinte à qualificação da Dinamarca para as meias-finais, a Espanha, por sua vez,…

16 horas atrás

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.