Subscribe for notification
Categorias: Aleatório

XV de França: Para Galthié, “não devemos alimentar nenhum arrependimento”

Na esteira da curta derrota do XV da França na Austrália (23-21), Fabien Galthié e Anthony Jelonch estão previstos para a segunda partida contra os Wallabies, na próxima terça-feira em Melbourne.

O Blues chegou muito perto da façanha. Poucos segundos depois, o XV da França registrou sua primeira vitória na Austrália desde 1990, mas um final perdido da partida permitiu aos Wallabies obter uma difícil vitória (23-21). Pouco depois do final do encontro, o técnico da seleção, Fabien Galthié, confidenciou que“Não devemos alimentar nenhum arrependimento”

e ” seguir adiante “ nos comentários retransmitidos pelo diário Le Figaro.

“O sentimento predominante é passar para a próxima reunião em seis dias. Para nós, este passeio é um teste de caráter, então lembrou o ex-médio scrum. Estamos focados no resto. Vamos nos recuperar bem e nos veremos em seis dias. ” No entanto, o chefe do Blues destacou que as derrotas de seus times têm uma coisa em comum. “Desde que pegamos a seleção da França, além da partida contra a Escócia, há dois anos, todas as nossas derrotas vieram na última ação. Faz parte do jogo, lamentou Fabien Galthié. Eu disse antes da partida que deveríamos levar o cursor para a última ação, foi o que fizemos. “

Jelonch: “Vamos levantar nossas cabeças”

Capitão desta equipe da França em grande parte renovada, Anthony Jelonch voltou a esta última ação, este último toque que foi permitir aos Blues selar esta vitória que teria sido merecida no gramado do Suncorp Stadium, em Brisbane. “É um toque tarde no jogo. Anunciamos que iremos desviá-lo para o número 9 e retirá-lo por contato. Mas os australianos nos contra-atacam bem, eles nos incomodam nos bastidores, confiou a terceira linha de Castres. Depois de Teddy Iribaren ficar um pouco atrás, passa para Damian Penaud e é interceptado. “

Confiante que o XV da França “Sabia que ia ser complicado”, Anthony Jelonch ligou “Culpa” esta última ação que permitiu aos Wallabies buscar a vitória e garante que haverá uma reação durante a segunda partida de teste. “Mesmo que demos tudo para não desistir, cometemos um erro e eles passam na frente,

admite o capitão do Blues. Mas vamos levantar a cabeça e na próxima terça estaremos prontos. “ Em Melbourne, o XV da França sem dúvida desejará apagar essa desilusão.

Nosso site usa cookies, ao continuar navegando você concorda com os cookies.